Volta às aulas semipresenciais: alunos do Fundamental II começam a frequentar as escolas

Para isso, a Prefeitura, através da Secretaria de Educação, implementou diversas medidas de segurança que diminuem o risco de contágio pelo coronavírus no ambiente escolar.

Foto: divulgação / ASCOM

Depois de um ano e meio fechadas, as escolas municipais do Ensino Fundamental II começaram a receber os alunos desde a última segunda-feira (13). A retomada foi organizada com aulas semipresenciais e de forma escalonada, com cada turma sendo subdividida em partes A e B, que frequentarão as escolas em dias alternados.

Para isso, a Prefeitura, através da Secretaria de Educação, implementou diversas medidas de segurança que diminuem o risco de contágio pelo coronavírus no ambiente escolar. A portaria agora conta com aferição de temperatura e foi instalada uma pia com dispensador de sabão e álcool na entrada de todas as escolas.

“É com imensa satisfação e alegria que estamos dando boas-vindas aos nossos profissionais de educação e alunos. Convido os pais e responsáveis que visitem as unidades escolares do Fundamental II para verificar como está sendo preparada toda a estrutura e organização”, incentiva a secretária de Educação, Geisa Novaes.

As salas de aula também foram adequadas para cumprir o distanciamento mínimo entre as carteiras dos estudantes e do professor. Os alunos receberam ainda um kit com máscaras e álcool e uma cartilha explicativa sobre o protocolo de segurança, que explica como deve ser a conduta desde a saída de casa até a chegada à escola. A Bibi Calçados doou cerca de 500 máscaras para compor o kit.

Para Gleison Santos, estudante do 6º ano no Colégio Municipal Jorge Guerra, o retorno com aulas híbridas melhora a aprendizagem. “Eu gostei de voltar às aulas porque a gente aprende mais. Pelo celular a gente não aprendia muito, porque ficava no videogame. Aqui na escola o professor ajuda e a gente tira dúvidas”, afirma.

Já Yasmin Oliveira, colega de turma de Gleison, comenta que essa é uma oportunidade de diminuir a saudade dos amigos de escola. “Achei bem legal a volta às aulas porque podemos ter mais interesse e entender mais os assuntos. Também podemos conversar com nossos amigos”, complementa.

Os pais, responsáveis e estudantes que não assinaram o termo de compromisso para o retorno presencial, mas decidirem frequentar as aulas semipresenciais, podem entrar em contato com a escola, a qualquer momento, para assinar o documento. No texto, os pais se comprometem e declaram estar cientes sobre as medidas de prevenção.

Nas últimas semanas, a Prefeitura, através da Secretaria de Educação, promoveu uma formação continuada sobre os protocolos de biossegurança para todos os servidores da educação. Mesmo assim, os alunos da Educação Infantil (creche e pré-escola) e do Ensino Fundamental I só retornam de modo presencial a partir de 4 de outubro.

Compartilhe