Vacinação de trabalhadores da educação permitirá início de aulas híbridas, diz Rui

Ainda não há, porém, uma data definida para o retorno do calendário letivo.

Foto: Matheus Morais/bahia.ba

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), disse na manhã desta quinta-feira (15) que a inclusão dos profissionais da educação na lista de grupos prioritários da vacinação contra a Covid-19 permitirá escolas públicas e privadas a retomarem as aulas de forma híbrida — modelo que mescla os ensinos presencial e o remoto. Serão contemplados servidores que têm a partir de 55 anos.

Ainda não há, porém, uma data definida para o retorno do calendário letivo. O acesso à internet e a infraestrutura escolar estão entre os principais desafios dos gestores.

“A ideia é acelerar a vacinação dos trabalhadores da educação para, logo logo, e gente poder voltar e entrar na fase híbrida das aulas, com uma parte do tempo presencial e a outra parte do tempo remota”, declarou o governador durante entrega de uma obra de contenção de encosta no bairro de São Caetano, em Salvador.

As aulas presenciais estão suspensas desde março do ano passado, início da pandemia do novo coronavírus no Brasil.

Compartilhe