Vacina contra coronavírus tem previsão para ser criada no segundo semestre, diz ministro da Saúde

Segundo Luiz Henrique Mandetta, os laboratórios americanos vão começar a fazer testes "em breve".

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que laboratórios americanos vão começar a fazer teste contra o coronavírus e que a previsão para que a vacina fique pronta é no semestre que vem. “O mundo espera uma vacina para o semestre que vem. Os americanos irão começar teste em breve. É uma corrida”, afirmou ao Blog Painel, da Folha. O ministro ainda afirmou que a capacidade de produção mundial das vacinas “não é capaz de produzir para o mundo. O Brasil tem boa capacidade de produção no Butantã, na Fiocruz, entre outros”, afirmou.

Compartilhe