USP tem 4 suicídios em 2 meses e cria escritório de saúde mental para alunos

A presença do tema no dia a dia mobilizou discussões internas e levou à criação de um Escritório de Saúde Mental na universidade

Ao menos quatro casos de suicídio entre estudantes da Universidade de São Paulo foram registrados em maio e junho deste ano, segundo a Folha. A presença do tema no dia a dia mobilizou discussões internas e levou à criação de um Escritório de Saúde Mental na USP.

De acordo com Andrés Eduardo Aguirre Antúnez, vice-diretor do Instituto de Psicologia e coordenador do programa, os estudantes de todos os campi vão ter acesso ao escritório por meio de uma plataforma em que o universitário vai realizar um primeiro contato para orientação.

É a primeira vez que o centro acadêmico dispõe de uma ferramenta unificada de assistência psicológica. Até então, institucionalmente, unidades como a Faculdade de Medicina, a de Odontologia e o Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação operavam com iniciativas próprias.

Compartilhe