Universidade do Sul da Bahia foi a instituição que mais perdeu verba no país

Instituição teve 54% no Orçamento bloqueado pelo Ministério da Educação.

Foto: Divulgação/UFSB

A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) foi a instituição que mais teve a verba contingenciada pelo Ministério da Educação (MEC), no último dia 30 abril. Ao todo, a UFSB perdeu 54% do Orçamento previsto para o ano de 2019.

Antes do corte, a instituição tinha R$ 33 milhões e, agora, tem R$ 17 milhões. De acordo com a assessoria de comunicação da UFSB, a maior parte do bloqueio da verba foi para a área de investimento, dinheiro destinado a obras da universidade.

“No momento, temos 3 obras em andamento nos nossos três campi: Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas. Em razão do corte, há o risco concreto de sermos obrigados a paralisar essas obras. Além dos atrasos no planejamento institucional, a universidade será obrigada a arcar com pesadas multas para as empresas contratadas”, disse a universidade em nota.

Em fase de implantação, a A UFSB começou a funcionar no ano de 2013. Hoje, a instituição tem 4,5 mil alunos matriculados.

Compartilhe