STF libera realização da Copa América no Brasil

Em seu voto, Carmen Lúcia determinou que uma série de medidas de prevenção à Covid-19 sejam adotadas pelos estados e municípios que irão receber as partidas.

Foto: Tânia Rego / Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria e liberou a realização da Copa América no Brasil. Seis ministros, Marco Aurélio, Carmen Lúcia (relatora), Ricardo Lewandowski, Edson Fachin, Gilmar Mendes e Dias Toffoli, votaram a favor da manutenção da competição, nesta quinta-feira (10).

A abertura está marcada para o próximo domingo (13). Os votos dos magistrados serão inseridos no sistema virtual da Corte até às 23h59. Duas ações contrárias ao evento, protocoladas pelo PSB e pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos, estavam sendo julgadas . O torneio terá quatro sedes: Brasília, Rio de Janeiro, Cuiabá e Goiânia.

Em seu voto, Carmen Lúcia determinou que uma série de medidas de prevenção à Covid-19 sejam adotadas pelos estados e municípios que irão receber as partidas.

“Há de se relevar que o cumprimento de protocolos sanitários nacionais, estaduais e municipais terão de ser cumpridos com o mesmo e até maior rigor, inclusive pelos particulares, times, equipes e agentes vinculados pela realização de jogos, pela adoção de providências em todo e em qualquer caso, por ser matéria de direito, de acatamento obrigatório”, escreveu a ministra.

Compartilhe