Sesab faz 4,6 mil testes para detecção de DSTs no Carnaval

39

Dados divulgados pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) apontam que já foram realizados 4,6 mil testes gratuitos para detecção de HIV/Aids, sífilis e hepatites virais desde o início do Carnaval de Salvador, na última quinta-feira (8).

Na capital, os pontos de atendimento funcionam no circuito Dodô: na Avenida Ademar de Barros, em Ondina, e na Avenida Centenário, na Barra. Após os testes, foram registrados 22 foliões infectados com HIV e outros 112 reagentes para hepatite B (4), C (9) e sífilis (99).

“É importante o diagnóstico precoce para que o tratamento possa ser iniciado o quanto antes. Os testes são feitos de maneira bem simples e rápida. O sangue é colhido da ponta dos dedos e posteriormente avaliado”, explica a coordenadora do Programa Estadual de IST/Aids da Sesab, Aparecida Rodrigues. Os testes rápidos para sífilis e hepatites B e C são de triagem, o que torna necessários exames confirmatórios posteriormente em uma instituição de saúde.

A Sesab também distribui preservativos nos circuitos da folia. A expectativa é de que pelo menos 1 milhão de unidades sejam entregues aos foliões em Salvador e Porto Seguro.