Serrinha, o cigano mais conhecido da região, morre aos 78 anos

Natural de Serra Preta, ele tinha cinco anos quando se mudou para Cruz das Almas

O cigano Raimundo Nonato Cardoso, popularmente conhecido como Serrinha, morreu nesta quinta-feira, 11, aos 78 anos. Ele estava internado em um hospital de Salvador e não resistiu a um procedimento cirúrgico, segundo apurou o Forte na Notícia.

Natural de Serra Preta, Serrinha tinha cinco anos quando se mudou para Cruz das Almas junto com seu pais, onde constituiu família e se tornou um dos ciganos mais conhecidos da região.

Casado com Florizete Cordeiro, ele deixa 7 filhos: Robério, Robelito, Robevaldo, Robelita, Dionei, Eliana e Acione. O corpo será velado na Primeira Igreja Batista e o sepultamento acontece, as 17h, no Cemitério Central.

FORTE NA NOTÍCIA – 13 ANOS

Atualizado às 12h40

Compartilhe