Segundo suspeito de matar PM em Eunápolis morre; outros dois são identificados

O segundo suspeito de participar da ação que deixou o policial militar Françual Manoel Santos morto em Eunápolis, a 650 km de Salvador, morreu em confronto. Vilson Sacramento Oliveira, de 23 anos, foi localizado por agentes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE/Mata Atlântica) na noite de sábado (3/2).

Segundo o comandante da unidade, major Ronivaldo Pontes, uma denúncia anônima levou os policiais ao imóvel onde Vilson se escondia, no distrito de Pindorama, em Porto Seguro.

“A divulgação das imagens na região e a participação popular com denúncias foram fundamentais para chegarmos à localização de Vilson, que, mais uma vez, tentou contra a vida dos policiais”, contou o oficial. Após o confronto, um revólver calibre 32 foi apreendido e apresentado na Delegacia de Porto Seguro.

A Polícia Civil, por sua vez, disse que identificou os outros dois criminosos envolvidos na ação. Bruno Conceição da Souza, 20 anos, conhecido como “Sherek”, Pedro Vinícius dos Santos, 22, de apelido “Bochecha”, estão sendo procurados. Além deles, um quarto homem morreu na troca de tiros com Françual, na madrugada de sábado (3/1).

“Estamos com diligências ininterruptas na busca por esses criminosos, que costumam atuar não só em Eunápolis, mas também são vistos em Porto Seguro e Belmonte”, afirmou o titular da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Eunápolis), delegado Moisés Damasceno.

Aratu Online.

Compartilhe