Segundo policial civil morre após ser contaminado com coronavírus

O investigador tinha 58 anos e trabalhava desde 2015 na DT do Rio Vermelho, em Salvador.

Foto: Alberto Maraux/SSP-BA

Morreu, nesta segunda-feira (1º), o segundo investigador da Polícia Civil da Bahia após ser contaminado com o novo coronavírus. De acordo com a assessoria este é o segundo policial que morre por complicações da Covid-19. O investigador Braz Nivaldo Pompilio de Abreu Filho tinha 58 anos e é o primeiro policial civil da ativa a morrer em decorrência do novo coronavírus. O primeiro foi um investigador aposentado, no dia 20 de abril. Segundo a assessoria, ele foi nomeado na instituição em junho de 2015, para servir na Delegacia Territorial (DT), do Rio Vermelho, onde permanecia lotado.

Compartilhe