Rússia disponibilizará remédio contra coronavírus na próxima semana

Versão modificada do medicamento favipiravir será dada a pacientes de hospitais a partir de 11 de junho.

Foto: Gilead Sciences

A partir da próxima semana, a Rússia disponibilizará seu primeiro remédio aprovado para o tratamento de pacientes de Covid-19. Segundo a agência Reuters, com a medida, o país espera diminuir a pressão sobre o sistema de saúde e acelerar a volta à atividade econômica normal.

Em entrevista à agência, o chefe do Fundo de Investimento Direto da Rússia, Kirill Dmitriev, afirmou que os hospitais podem começar a dar o remédio antiviral, registrado com o nome Avifavir, aos pacientes a partir de 11 de junho. Ele disse que a empresa responsável pelo remédio o fabricará em quantidade suficiente para tratar cerca de 60 mil pessoas por mês.

Ainda não existe vacina para a covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, e os testes de vários remédios antivirais em humanos ainda não comprovaram sua eficiência. O Avifavir, conhecido genericamente como favipiravir, foi desenvolvido inicialmente nos anos 1990 por uma empresa japonesa. Segundo Dmitriev, cientistas russos modificaram o remédio para otimizá-lo. Ele afirmou que Moscou estará pronta para compartilhar os detalhes destas modificações dentro de duas semanas.

Compartilhe