Rui reclama de ‘receita médica’ prescrita por políticos: ‘Não aceito’

"Eu não sou médico, não sou farmacêutico, então não tenho opinião sobre remédio”, asseverou.

Foto: Camila Souza/ GOVBA

O governador Rui Costa (PT) reclamou hoje (14) da indicação de remédios para combater o coronavírus feita por política. O fármaco mais famoso talvez seja a cloroquina, amplamente divulgada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. Outros governantes, como prefeitos, têm recomendado também o uso de Ivermectina – como o caso da prefeitura baiana de Itagi.

“Eu não tenho opinião sobre remédio. Acho um absurdo, um escândalo, políticos transformarem remédio em disputa política. Talvez o Brasil seja o único lugar onde se comete esse crime, onde se cria polêmica ou falsa polêmica. Talvez isso seja para esconder a falta de eficácia em salvar vidas”, afirmou, durante transmissão nas redes sociais.

O petista disse ainda ficar “revoltado” com a “polêmica que se estabeleceu”. “Eu não aceitaria que político passasse remédio para minha família. Quem tem que indicar é quem estuda. Eu não sou médico, não sou farmacêutico, então não tenho opinião sobre remédio”, asseverou.

Compartilhe