Roubos de veículos caem pelo quinto ano consecutivo em Salvador

Somente em 2020 a queda foi de 16,2%, menor índice registrado nos últimos anos.

Imagem: Alberto Maraux

Ações integradas das forças de segurança estaduais, ampliadas com a utilização de ferramentas tecnológicas, reduziram pelo quinto ano consecutivo (2015 a 2019) o número de roubos de veículos na capital baiana. Somente em 2020 a queda foi de 16,2%, menor índice registrado nos últimos anos.

No ano anterior, em números absolutos, foram contabilizados 4.926 casos, contra 4.130 registros em 2020, resultando em menos 796 subtrações de automóveis. No mês de dezembro, a queda foi de 10,9%. Ações integradas entre a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), Operação Apolo e PRF, com suporte do sistema de Reconhecimento de Placas, são destacados pelos gestores das unidades das polícias Militar e Civil.

O titular da DRFRV, delegado Gláuber Uchiyama, lembrou da operação ‘ZapCar’, realizada em parceria com a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), que alcançou uma organização criminosa atuante dentro do sistema prisional, responsável por comandar 30% dos roubos. Na cidade de Feira de Santana, as equipes recuperaram 10 veículos, 11 motores, além de outras peças. “Desmanches e lojas ilícitas de revendas de peças estarão entre as prioridades para 2021”, frisou Uchiyama.

Os crimes também podem ser denunciados através dos telefones 190 e 3235-0000 (Disque Denúncia). As informações são transmitidas para as equipes que estão nas ruas, que, de acordo com o comandante da Operação Apolo, major Elbert Vinhático, conseguem chegar no veículo mais rapidamente. “Distribuímos as equipes em possíveis rotas de fuga e ficamos em contato com as equipes do Cicom, na Central de Videomonitoramento. Em diversas ocasiões recuperamos o bem e prendemos os autores em flagrante”, explicou o oficial.

Compartilhe