RN tem maior taxa de assassinatos do Brasil; Bahia tem redução, aponta anuário

Na Bahia, apesar do índice alto, foi registrada queda nas mortes violentas. Em 2016 a taxa aferida era de 46,4. Com redução de 2,9 em um ano, caiu para 45,1

112

O Brasil atingiu uma marca assustadora: mais de 200 brasileiros são mortos, por dia, de forma violenta. O dado foi fornecido pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública e é relativo a dados de 2017.

No ano passado, houve 64 mil assassinatos, 175 por dia, sete mortes por horas. As regiões mais atingidas foram o Norte e o Nordeste. O Rio Grande do Norte tem uma média de 68 crimes a cada 100 mil habitantes. A medalha de prata fica com o Acre, com 63,9, enquanto o Ceará vem em terceiro, com 59,1.

Outro índice mostrado foi de 60 mil estupros no ano e o crescimento da violência contra a mulher: mais de mil feminicídios apenas em 2017.

Bahia – Na Bahia, apesar do alto índice, foi registrada queda no número de mortes violentas. Em 2016 a taxa aferida era de 46,4. Com redução de 2,9 em um ano, caiu para 45,1. Outra diminuição mapeada no estado foi a de mortes a esclarecer. Em 2016 eram 417 casos e 2017 foram 353 – redução 15,7%.