Rio de Janeiro autoriza público no Maracanã para final da Libertadores

Estádio poderá preencher até 10% da capacidade; venda de ingressos está proibida.

Foto: Paulino Menezes/ Fotos Públicas

A final da Copa Libertadores, no estádio do Maracanã, vai acontecer com a presença de público, conforme autorização divulgada nesta sexta-feira (22) pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro. A determinação permite um público de até 10% da capacidade do estádio e proíbe a venda de ingressos. A partida será entre Palmeiras e Santos, no dia 30 de janeiro.

Com capacidade de 78 mil pessoas em todo o estádio, será permitida a entrada de até 7,8 mil pessoas. Para assistir o jogo, no entanto, o público terá que apresentar exame do tipo RT-PCR coletado em até cinco dias da data da partida e com resultado negativo; a temperatura corporal será testada; e o uso de máscara será obrigatório.

“O evento relativo à etapa final do Torneio Conmebol Libertadores 2020 não terá a presença de público pagante, sendo, no entanto, autorizada a presença de pessoas devidamente credenciadas pela entidade organizadora, inclusive integrantes da coordenação, realização, segurança e patrocínio do evento e das entidades esportivas participantes até o limite máximo de 10% (dez por cento) da capacidade do estádio”, afirma o texto do Diário Oficial, assinado pelo governador em exercício do Rio, Cláudio Castro.

Compartilhe