Primeiro lote com vacinas da Pfizer para crianças chega à Bahia

Imunizantes chegaram na tarde desta sexta-feira (14) no aeroporto de Salvador.

Foto: Julio Cesar / TV Bahia

O primeiro lote de vacinas contra a Covid-19 para crianças entre 5 e 11 anos chegaram em Salvador por volta das 15h desta sexta-feira (14). O g1 entrou em contato com Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) e aguarda informações sobre a quantidade de imunizantes que desembarcou na capital baiana.

De acordo com a Sesab, em Salvador, a população estimada para receber o imunizante é de 355.637.

A expectativa era de que as vacinas chegassem por volta de 1h40 desta sexta-feira, mas houve uma reprogramação para um voo que chegou às 8h05. No entanto, o voo chegou na capital baiana sem os imunizantes.

Após uma nova reprogramação feita pelo Ministério da Saúde, foi divulgado que a nova previsão era de que o lote chegasse às 14h40 no aeroporto de Salvador.

Na quinta-feira (13), a secretária de Saúde da Bahia, Tereza Paim, informou que o lote enviado para a Bahia teria cerca de 88.200 mil doses de vacinas. Nesta sexta, a gestora anunciou que o estado não vai exigir o termo de autorização, que era recomendado pelo Ministério da Saúde, para vacinação das crianças de 5 a 11 anos.

De acordo com a secretária de Saúde da Bahia, Tereza Paim, a quantidade que chegará no estado equivale a cerca de 5% do número de crianças baianas dessa faixa etária.

Segundo a secretária, uma reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) nesta sexta-feira, definiu a estratégia de distribuição dos imunizantes. Em seguida, prefeituras de cidades baianas e a Sesab vão aguardar o Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), autorizar o uso dos imunizantes.

O voo com o primeiro lote de vacinas chegou ao Brasil no aeroporto de Viracopos, em Campinas, na madrugada de quinta (13). Os imunizantes em doses pediátricas da Pfizer são os únicos liberados no Brasil até o momento.

Em Salvador, o prefeito da capital baiana, Bruno Reis, disse que vacinação infantil deveria começar ainda na tarde desta sexta. No entanto, o atraso da chegada das doses fez a prefeitura mudar os planos.

O g1 tenta contato com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para saber o dia em que a vacinação vai começar na capital baiana. De acordo com o prefeito, a capital baiana receberá um pouco mais de 16 mil doses.

A fase de testes da vacina brasileira RNA MCTI CIMATEC HDT, contra a Covid-19, foi iniciada na quinta-feira (13), na capital baiana, com aplicação em voluntários. Além do Brasil, o estudo do imunizante integra também pesquisa nos Estados Unidos e na Índia.

Vacinação na Bahia

A Bahia registrou 10.864.784 pessoas tomaram a primeira dose da vacina até as 16h de quinta (13), 8.950.376 se imunizaram com a 2ª dose e 261.485 com a dose única da Janssen. A Sesab informou que 1.668.352 pessoas tomaram a dose de reforço.

As melhores coberturas da 1ª dose são das regiões centro-norte, leste e oeste, onde quase 100% das pessoas que fazem parte do público-alvo foram vacinadas. A pior cobertura é da região norte, onde a vacinação da primeira dose ainda não chegou a 90%, seguida do sul e do centro-leste.

Com relação a 2ª dose, a melhor cobertura é da região oeste, onde os vacinados representam 95% do público-alvo. Em seguida estão as regiões centro-norte e leste. A pior cobertura é do sul, com 74,5% de vacinados, depois estão as regiões norte e extremo sul.

Sobre a aplicação da dose de reforço, a melhor cobertura é da região leste, onde fica a capital baiana. A vacinação chega a 73,1 % do público-alvo. Em seguida, estão as regiões centro-leste e sudoeste. A pior cobertura é a do extremo sul, onde a vacinação é de 44,2%, seguida das regiões nordeste e norte.

Conteúdo G1

Compartilhe