Presidente da OAB repudia ação da polícia da Bahia contra jornalistas

Felipe Santa Cruz afirmou que a detenção é "inadmissível, arbitrária e a abusiva".

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, repudiou a ação da Polícia Militar da Bahia que culminou na detenção dos repórteres da VEJA Hugo Marques e Cristiano Mariz hoje (14), em Pojuca, na Bahia.

“Inadmissível, arbitrária e a abusiva a detenção de jornalistas da revista Veja pela Polícia Militar da Bahia”, disse o presidente da OAB sobre o episódio. “Deve receber repúdio de todos que defendem a liberdade de imprensa e de expressão”.

De acordo com a VEJA, os jornalistas foram detidos enquanto faziam a cobertura da morte do miliciano Adriano da Nóbrega, executado no domingo passado pela Polícia Militar da Bahia em uma operação. Eles tentavam localizar o fazendeiro Leandro Abreu Guimarães, testemunha-chave para esclarecer as circunstânc

Compartilhe