Polícia Civil do Rio vai investigar morte de miliciano na Bahia

A cooperação entre as autoridades baianas e fluminenses é considerada inevitável.

Foto: Reprodução

A Corregedoria da Polícia Civil do Rio de Janeiro vai apurar as circunstâncias da morte do miliciano Adriano Nóbrega em Esplanada, neste domingo (9), pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Bahia. A Polícia carioca quer ter certeza de que morte de fato ocorreu após troca de tiros.

De acordo com a revista Época, a medida é considerada preventiva para se ter certeza de que não houve uma execução, conforme o miliciano teria relatado ao seu advogado. A cooperação entre as autoridades baianas e fluminenses é considerada inevitável.

Compartilhe