Patrimônio dos super-ricos brasileiros cresce US$ 34 bilhões durante a pandemia, diz ONG

Alta do patrimônio dos 42 bilionários do país foi de cerca de R$ 176 bilhões entre março e julho.

Foto: Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas

O patrimônio dos bilionários brasileiros aumentou US$ 34 bilhões (cerca de R$ 176 bilhões) durante a pandemia de coronavírus, de acordo com levantamento divulgado hoje (27) pela ONG Oxfam.

Entre 18 de março e 12 de julho, o patrimônio dos 42 bilionários do Brasil passou de US$ 123,1 bilhões para US$ 157,1 bilhões. Os dados compilados pela Oxfam foram extraídos da lista dos mais ricos da Forbes.

Quando se observa o desempenho das fortunas dos 73 bilionários da América Latina e do Caribe, o cenário é o mesmo. Eles aumentaram as suas fortunas em US$ 48,2 bilhões entre março e julho deste ano.

De acordo com a ONG, esse valor equivale a um terço do total de recursos previstos em pacotes de estímulos econômicos adotados por todos os países da região.

Compartilhe