Para os Católicos, celebração do Domingo de Ramos marca abertura da Semana Santa

Na Catedral de Nossa Senhora do Bom Sucesso, a celebração terá início às 6h30 no CETEP, de onde sairá a procissão rumo à Igreja Mãe da Diocese.

Catedral Nossa Senhora do Bom Sucesso de Cruz das Almas - FORTE NA NOTÍCIA

Neste domingo, dia 14 de abril, a Igreja celebra o Domingo de Ramos, a celebração marca o início da Semana Santa e prepara os Cristãos para celebrar a Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo. Na Diocese de Cruz das Almas, a data será marcada por missas e procissões em todas as paróquias.

Na Catedral de Nossa Senhora do Bom Sucesso, a celebração terá início às 6h30 no CETEP, de onde sairá a procissão rumo à Igreja Mãe da Diocese.

Esta celebração litúrgica, também conhecida como Domingo da Paixão do Senhor, faz memória à entrada de Jesus em Jerusalém, após passar 40 dias no deserto, em jejum e sendo tentado pelo diabo.

Ao deixar o deserto, Jesus seguiu pra Galiléia. Lá, Jesus foi convocando seus discípulos, ensinando e pregando nas sinagogas, e curando enfermidades e moléstias. A fama de Jesus percorreu cidades vizinhas e uma multidão passou a segui-Lo por todo o trajeto.

Ao chegar próximo de Jerusalém, de acordo com as passagens bíblicas descritas pelos quatro Evangelistas, Jesus pediu a dois discípulos que fossem até a aldeia, ali ao lado, e trouxessem um jumentinho que nunca foi montado. Os discípulos O obedeceram. Os homens foram até o povoado, pegaram o animalzinho, puseram mantos sob ele e o levaram até Jesus.

Foi montado no jumentinho que Cristo adentrou a Cidade Santa, onde a multidão que O seguia jogava vestes, mantos e ramos de árvores pelos caminhos para Ele passar, enquanto gritava “Hosana” e balançava os ramos de oliveiras e palmeiras, gesto este que significa vitória.

Para recordar esta passagem e celebrar esta solenidade, as paróquias realizam as procissões de Ramos antes das Santas Missas. O cortejo simboliza a peregrinação sobre a terra que cada cristão realiza a caminho da vida eterna com Deus. Ao final das Celebrações, os ramos são abençoados e podem ser levados para casa e guardados até o ano seguinte para serem queimados na Quarta-Feira de Cinzas.

A solenidade de Domingo de Ramos marca ainda o início da Semana Santa, onde reviveremos os mistérios da paixão, morte e ressurreição de Cristo. A celebração se estenderá até o dia 21, com a Páscoa, quando comemoraremos a Ressurreição do nosso Senhor Jesus Cristo.

Compartilhe