Papa envia carta a Lula e lamenta suas ‘duras provas’

No texto, o papa cita as mortes de dona Marisa, do irmão de Lula, Genival Inácio, e do neto dele, Arthur.

Foto: Benhur Arcayan/ Malacañang Photo Bureau/EBC

O Papa Francisco enviou uma carta ao ex-presidente Lula, em resposta a uma correspondência que o brasileiro tinha lhe enviado no mês de março. No texto, o religioso lamenta “as duras provas que o senhor viveu ultimamente”. A carta foi divulgada pela jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, nesta quarta-feira (29).

No texto, o papa cita as mortes de dona Marisa, do irmão de Lula, Genival Inácio, e do neto dele, Arthur. Ele diz ainda que reza pelo ex-presidente, que está preso desde abril de 2018 em Curitiba.

O pontífice faz ainda considerações religiosas. E diz que, graças ao “triunfo de Jesus sobre a morte”, os homens podem acreditar “que, no final, o bem vencerá o mal, a verdade vencerá a mentira e a Salvação vencerá a condenação”.

A advogada Carol Proner, que teve acesso ao documento, comentou sobre a correspondência. “É uma carta que carrega muitas mensagens, além daquelas de afeto”, diz.

Veja uma parte da carta:

Foto: Divulgação
Compartilhe