Operação prende 11 e apreende quase 300 animais silvestres na Bahia

Além de Jacobina e Mirangaba, foram fiscalizados os municípios de Andorinha, Campo Formoso, Miguel Calmon, Várzea Nova, Morro do Chapéu, Ourolândia, Umburanas e Jaguarari entre outros.

Foto: Divulgação / PRF-BA

Onze pessoas foram presas e quase 300 animais silvestres foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF-BA) em 10 cidades do centro-norte baiano. Um carro roubado também foi apreendido. A ação integra a 44ª etapa da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI). Iniciada na segunda-feira (6), a operação vai até esta sexta-feira (10).

O primeiro registro ocorreu em Jacobina, no Piemonte da Diamantina. Em uma residência, os PRFs encontraram 35 aves silvestres, partes de um animal abatido e mais de R$ 5 mil em dinheiro. O dono da casa chegou a fugir, mas se apresentou na delegacia local na terça-feira (7). O homem já tinha passagem pela polícia por caça e criação de animais silvestres sem permissão do Ibama, posse ilegal de armas e munição, entre outros crimes ambientais. Ainda em Jacobina, um homem foi preso por receptação de carro roubado.

Na quarta-feira (8), outro homem foi preso ao ser flagrado também com um carro roubado. O acusado também era suspeito de cativeiro ilegal de animais silvestres em Mirangaba, na mesma região de Jacobina. Outras oito pessoas foram presas durante os primeiros dias da operação. Esses últimos já foram liberados e responderão por manter ilegalmente animais silvestres em cativeiro.

Além de Jacobina e Mirangaba, foram fiscalizados os municípios de Andorinha, Campo Formoso, Miguel Calmon, Várzea Nova, Morro do Chapéu, Ourolândia, Umburanas e Jaguarari entre outros.

Compartilhe