OMS critica uso de remédios não testados contra coronavírus

O diretor-geral, Ghebreyesus, esclarece que ainda não há tratamento comprovadamente eficaz contra o vírus.

Foto: Twitter/ OMS

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, criticou hoje (23), o uso de remédios não testados contra o coronavírus. O diretor esclarece que ainda não há tratamento comprovadamente eficaz contra o vírus e pede por ações coordenadas entre os países.

“O uso não testado de medicamentos sem evidências corretas pode gerar falsas esperanças, causar mais mal do que bem e provocar a escassez de medicamentos essenciais necessários para tratar outras doenças”, disse Ghebreyesus.

Tedros irá se reunir com os líderes dos países do G-20 nesta semana e pediu solidariedade e ações coordenadas. “Precisamos ser um só e agir como um só. Pedirei que trabalhem juntos para aumentar a produção, evitar proibições de exportação e garantir a distribuição com base na necessidade”, disse.

Compartilhe