OAB acredita que impeachment de Bolsonaro depende de pressão das ruas

Análise é que, depois do início da vacinação contra o novo coronavírus, protestos ganhem impulso.

Foto: Marcos Correa/Presidência da República

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) acredita que a abertura de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) dependeria da pressão da população nas ruas para avançar.

Considerada a principal entidade que poderia desencadear o processo, a OAB já debate internamente o tema. “É preciso abrir a discussão, porque os fatos [que envolvem Bolsonaro em eventual crime de responsabilidade] são graves. Mas o ritmo dela será ditado pelas ruas e pelo Congresso Nacional”, afirmou o presidente nacional da entidade, Felipe Santa Cruz.

De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, lideranças que devem ter poder de decisão sobre o tema pensam a mesma coisa. E acreditam que, depois do início da campanha de vacinação contra o novo coronavírus, protestos podem ganhar impulso.

Compartilhe