Novos dados apontam que vacina Pfizer/Biontech pode ser mantida a -25º C

Antes o imunizante precisava ser mantido freezer ultracongelante a -70º C.

Foto: Getty

Os laboratórios Pfizer/BioNTech submeteram novos dados sobre o armazenamento da vacina contra Covid-19 que desenvolveram. As novas informações foram entregues à agência de saúde americana, FDA, hoje (19). Segundo as farmacêuticas, o imunizante, antes mantido apenas a temperatura ultrafria de -70º C, agora também pode ser armazenado por até duas semanas a -25º C.

Albert Bourla, Presidente e Diretor Executivo da Pfizer, afirmou que agora a vacina poderá ser administrada em condições mais flexíveis, uma vez que geralmente os freezers e refrigeradores farmacêuticos conseguem alcançar temperaturas em torno de -20º C.

Compartilhe