Norte da Antártida registra 18,3 ºC, a maior temperatura da sua história

Depois de 1961, a maior temperatura registrada tinha sido de 17,5°C, em 24 de março de 2015.

Foto: Nasa

A Antártida registrou temperatura recorde na quinta-feira (6), com o dia mais quente desde 1961, segundo o Serviço Meteorológico Nacional argentino, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo. As altas temperaturas colocam em risco a calota polar.

Ao meio-dia da quinta-feira, a temperatura chegou a 18,3°C na base científica Esperanza, na região administrada pela Argentina no norte do continente. Depois de 1961, a maior temperatura registrada tinha sido de 17,5°C, em 24 de março de 2015. Na base de Marambaio, outra estação científica, a temperatura chegou a 14,1°C na quinta, a mais alta para um mês de fevereiro desde 1971. O recorde anterior tinha ocorrido em 24 de fevereiro de 2013, com 13,8°C.

Compartilhe