Navios na costa do Rio pedem ajuda humanitária devido à pandemia de coronavírus

Anvisa autorizou desembarque no Rio para população retornar aos países de origem. Uma das embarcações está ancorada em frente à Praia de Copacabana, na Zona Sul, e tem 252 passageiros a bordo.

Foto: NIAID

Dois navios de cruzeiro que estão em alto mar na costa do Rio de Janeiro e pediram ajuda humanitária ao Brasil devido à pandemia de coronavírus. Não havia informações sobre pessoas doentes ou casos suspeitos da Covid-19 nas embarcações.

Na manhã desta quarta-feira (25), o cruzeiro Laustral — com 252 passageiros — permanecia ancorado em frente à Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio, após o pedido de socorro, que foi acatado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A embarcação estava em alto mar há 10 dias e chegou ao Píer Mauá, na Zona Portuária, no domingo (22). A agência concedeu a autorização para o desembarque dos passageiros no Rio, que devem ser levados de ônibus até o aeroporto para retornarem aos países de origem.

Outro navio de grande porte chega à costa do Rio de Janeiro nesta quarta-feira (25). O Le Boreal, com 324 passageiros, também não tinha casos suspeitos da doença.

Compartilhe