‘Não vejo a hora do Lula morrer’, diz deputado do PSL

"Não é discurso de ódio", disse Coronel Tadeu em seu perfil no Twitter.

Foto: Câmara dos Deputados

Após a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o deputado federal Coronel Tadeu (PSL-SP) desejou a morte do petista. Bolsonarista ferrenho, Tadeu escreveu na rede social que o desejo não era “discurso de ódio”. “Não vejo a hora do Lula morrer. Não é discurso de ódio e sim de paz. O histórico desse sujeito não deixa saudades, mas um exemplo para essa nação acordar dos males que sofreu”, afirmou. Lula foi solto na sexta-feira (8) e deixou a sede da Polícia Federal, em Curitiba, onde passou 580 dias.

Compartilhe