‘Não quero e não tenho o que delatar’, diz Queiroz a advogado

As informações são do blog da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Foto: Divulgação

O advogado Paulo Catta Preta questionou Fabrício Queiroz, ex-asessor do senador Flávio Bolsonaro, sobre a informação de que ele estaria negociando um acordo de delação premiada com os investigadores do escândalo da rachadinha.

“Doutor, eu não quero delatar e não tenho o que delatar”, respondeu o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, segundo o defensor. As informações são do blog da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

De acordo com Catta Preta, ele esteve na prisão na última segunda-feira (29) e afirma que o questionou com clareza. “Disse a ele que, se fosse essa a opção, eu teria que sair do caso e indicar outro advogado. E ele me respondeu que era o contrário”, contou o advogado.

“Eu estou seguro com o que ele me disse. Não teria por que mentir”, afirma o defensor. “Se quisesse fazer delação, ele teria que eticamente me comunicar”, acrescentou. Paulo Catta Preta também disse não acreditar em uma conversa direta de Fabrício Queiroz com policiais e procuradores sem o seu conhecimento.

Compartilhe