Morre o historiador baiano Luís Henrique Dias Tavares

Membro da Academia de Letras da Bahia desde 1968, ele tinha 94 anos e deixa um legado de luta pela importância nacional do 2 de Julho.

Foto: Divulgação

Morreu na manhã de hoje (22), o historiador Luís Henrique Dias Tavares, aos 94 anos, em Salvador. Membro da Academia de Letras da Bahia desde 1968, onde ocupava a Cadeira número 1, o autor de “Independência do Brasil na Bahia” era natural de Nazaré das Farinhas e deixa também livros de poesia, contos e crônicas.

Condecorado em 2011 pelo então governador Jaques Wagner como Cavaleiro da Ordem do Dois de Julho, Tavares será cremado, sem velório (por causa da pandemia de coronavírus), no Cemitério Jardim da Saudade, em Brotas. Deixa três filhos e esposa, além dos netos.

Compartilhe