Morre aos 88 anos a cineasta Suzana Amaral, diretora de ‘A Hora da Estrela’

A cineasta esteve à frente também de "Uma Vida em Segredo" (2001) e "Hotel Atlântico" (2009).

Foto: Reprodução / Instagram

Morreu, em São Paulo, no fim da tarde desta quinta-feira (25), aos 88 anos, a cineasta e roteirista brasileira Suzana Amaral. De acordo com a Folha de S. Paulo, a família da artista paulista informou que a causa da morte não está relacionado ao novo coronavírus.

“Minha mãe deixa legado em várias áreas, sobretudo no cinema. Suzana veio e trouxe para o cinema brasileiro uma nova linguagem, uma poética que era só dele – muita influência do cinema alemão. Ela também deixa um legado na sua ética como professora, além de ter sido uma mãe maravilhosa”, disse Flávia, filha da artista.

Suzana Amaral dirigiu o longa-metragem “A Hora da Estrela”, adaptação do livro homônimo de Clarice Lispector. O filme foi premiado em Berlim. A cineasta esteve à frente também de “Uma Vida em Segredo” (2001) e “Hotel Atlântico” (2009).

Compartilhe