Moradores de Itatim se aglomeram em ato político durante pandemia; ‘manifestação espontânea’, diz prefeitura

Grupo denunciou em redes sociais e disse que ato foi campanha antecipada do prefeito. Prefeitura nega e fala que foi uma ação do povo, em comemoração ao apoio de um político da cidade.

Foto: Redes Sociais

Moradores da cidade de Itatim, a cerca de 210 km de Salvador, se aglomeraram, em plena pandemia do novo coronavírus, durante um ato político realizado no município, na noite de sábado (27).

Através de imagens feitas por celular, é possível ver uma multidão reunida na cidade e um carro com som. Além disso, um homem, sem máscara, aparece abraçando e apertando a mão das pessoas. De acordo com a denúncia de outros moradores, que se revoltaram com a ação, tratou-se de uma campanha política antecipada por parte do prefeito Gilmar Pereira Nogueira. A prefeitura nega.

Por meio de nota, a prefeitura informou que não houve festa de campanha política, o que ocorreu foi uma manifestação espontânea de algumas pessoas quando souberam que uma pessoa da oposição aderiu ao grupo da situação.

Itatim possui 35 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus e dois óbitos, conforme último boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do estado (Sesab), na noite de sábado.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) explica que a população precisa encaminhar denúncia com provas na ouvidoria do TRE-BA que é uma garantia da escuta, análise e resposta das demandas do cidadão relativas à justiça eleitoral através do e-mail: ouvidoria@tre-ba.jus.br.

Informou ainda que a propaganda eleitoral não começou, por isso, ninguém pode se declarar candidato, nem pedir voto. A possibilidade é de se declarar pré-candidato. A propaganda eleitoral, nas ruas e na internet, será de 16 de agosto a 3 de outubro. Já a propaganda no horário eleitoral gratuito em rádio e televisão, será de 28 de agosto a 1º de outubro, o primeiro turno, e de 9 a 22 de outubro, o segundo turno.

Confira a nota da prefeitura de Itatim na íntegra:

Não houve festa de campanha política, até porque não estamos em campanha. O que houve foi uma manifestação espontânea de algumas pessoas quando souberam que uma pessoa da oposição aderiu ao grupo da situação. Não houve trio elétrico, apenas um carro de som que apareceu no momento da manifestação de apoio. A Prefeitura tem adotado todas as medidas recomendadas pelas autoridades sanitárias e as pessoas respeitaram todas as medidas preconizadas.

Compartilhe