Ministro interino da Saúde nomeia nove militares para pasta

Pazuello ocupa ministério enquanto o presidente não decide quem será o próximo ocupante do cargo.

Foto: Julio Nascimento/PR

O ministro interino da Saúde, o general Eduardo Pazuello, nomeou hoje (19) nove militares para postos do Ministério da Saúde. Ele ocupa o cargo até o presidente Jair Bolsonaro decidir sobre o próximo ocupante do cargo. De acordo com o jornal O Globo, além de nomeações para assessoramento do ministro, os militares ocuparam cargos na área de finanças do Fundo Nacional de Saúde, e na área de avaliação do Sistema Único de Saúde (SUS).

Pazuello era secretário executivo do ministério antes da saída de Nelson Teich, que se demitiu na semana passada. As nomeações feitas por Pazuello foram publicadas na edição desta terça-feira no Diário Oficial da União. Uma consulta ao Portal da Transparência indica que os escolhidos por Pazuello são militares ou estão lotados em cargos subordinados ao Comando do Exército.

A chegada de militares ao Ministério da Saúde ainda durante a gestão de Nelson Teich foi um dos elementos que causou o isolamento do ex-ministro dentro da pasta. A ida dos militares para a pasta também incomodou o corpo técnico do Ministério da Saúde. Segundo relatos, servidores temiam um ministério “tutelado” por pessoas sem conhecimento amplo sobre o SUS.

Compartilhe