Ministro da Infraestrutura diz que pretende cancelar contrato com Via Bahia; concessionária opera a BR-324

Concessionária deixou de executar 441 km de duplicação e não realizou mais de 750 milhões de reais de investimentos.

Foto: Alan Santos/PR

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, afirmou ontem (12) em coletiva de imprensa que pretende cancelar o contrato com a Via Bahia, concessionária responsável pela BR-324, que está com as obras atrasadas.

De acordo com o ministro, a concessionária deixou de executar 441 km de duplicação e não realizou mais de 750 milhões de reais de investimentos. A situação está na Justiça. “A gente já está sendo bem sucedido nas primeiras ações”, afirmou Freitas.

O ideal, segundo o ministro, era a Via Bahia devolver a concessão ao governo federal, como previsto na licitação. Mas como não prevê que isso aconteça, o caminho será através do judiciário.

“Às vezes quando um inquilino deixa de pagar o aluguel o proprietário leva dez meses em uma ação de despejo, imagina um concessionário que deixou de executar as suas obrigações. Então o processo infelizmente é demorado, tem várias etapas, mas vai ser levado a termo e nós vamos usar toda nossa força para resgatar essa concessão e dar um serviço decente para o cidadão aqui da Bahia”, disse.

Compartilhe