Médicos e enfermeiros são alvos 79 denúncias por fake news sobre Covid-19

O portal traz que em 40 casos, foram abertas sindicâncias para apurar a denúncia; em seis, já há processos éticos.

Foto: Reprodução/Pixabay

Médicos e enfermeiros foram alvo de pelo menos 79 denúncias por divulgação de fake news ou curas milagrosas durante a pandemia do novo coronavírus. Os dados foram levantados pelo portal G1 e publicados em reportagem neste domingo (28). O portal traz que em 40 casos, foram abertas sindicâncias para apurar a denúncia; em seis, já há processos éticos.

Os dados foram compilados através de contato com as assessorias de todos os 27 conselhos regionais de medicina e dos 27 conselhos de enfermagem do país, de cada um dos estados e do Distrito Federal.

Das 79 denúncias, 59 foram registradas pelos conselhos regionais de medicina e 20 pelos de enfermagem, revela a reportagem. Os conselhos regionais de medicina concentram o maior número de sindicâncias, com 36 de 40, e também dos processos éticos, cinco de seis, indica o G1.

Compartilhe