Marcha da Consciência Negra reúne manifestantes contra o racismo e o governo Bolsonaro, em Salvador

Grupo saiu do Campo Grande e caminhou até a Praça Castro Alves, no Centro da capital baiana.

Foto: German Maldonado/TV Bahia

Um grupo de manifestantes se reuniu no começo da tarde deste sábado (20), em Salvador, para celebrar o Dia da Consciência Negra e protestar contra o governo do presidente Jair Bolsonaro.

A edição 2021 da Marcha da Consciência Negra Zumbi e Dandara dos Palmares saiu do Campo Grande, no Centro da capital, e caminharam até a Praça Castro Alves.

Durante o percurso, os manifestantes carregavam mensagens como “vidas negras importam” e “basta de racismo”.

O grupo também gritava e exibia palavras de ordem contra o presidente Jair Bolsonaro. Diversas centrais sindicais participaram do ato em Salvador.

O ato foi organizado por movimentos sociais e também entidades sindicais e estudantis. Outras cidades, como São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Recife e Belém também registraram protestos.

Ato em Lauro de Freitas pede demarcação de quilombo

Pela manhã, manifestantes do Hospital Menandro de Farias em direção à Praça da Prefeitura, no município de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. Os manifestantes denunciavam o racismo e o genocídio do povo negro, além do pedido de demarcação do território original do Quilombo Quingoma.

Também havia mensagens com críticas à política de segurança pública do governo da Bahia, do governador Rui Costa, e contra o governo federal, do presidente Jair Bolsonaro.

Compartilhe