Loja do Carrefour em São Paulo é destruída durante protesto antirracista

Ato foi em protesto pela morte de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, espancado até a morte por seguranças do mercado em Porto Alegre.

Foto: Reprodução/Twitter

Manifestantes atacaram uma unidade da rede de supermercados Carrefour, ontem (20), localizada dentro do Jardim Pamplona Shopping, na rua Pamplona, área central da cidade de São Paulo. O ato foi em protesto pela morte de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, espancado até a morte por seguranças do mercado em Porto Alegre.

No momento em que os atos começaram, clientes realizavam compras no estabelecimento. Objetos foram atirados nas vidraças e foi ateado fogo no interior da loja. Do lado de fora, algumas pessoas também depredaram carros que estavam no estacionamento. Não há relatos de feridos.

Compartilhe