Justiça obriga Fonte Nova a retirar plotagens do Bahia em vésperas de jogos

No caso de descumprimento, a multa aplicadaserá de R$ 20 mil ao consórcio que administra a Fonte Nova, limitado ao teto de R$ 200 mil.

Foto : Divulgação/ECB/Felipe Oliveira

O juiz Glauco Dainese de Campos, da 7ª Vara da Fazenda Pública da Bahia, determinou que a Arena Fonte Nova retire todas as plotagens do Bahia em período de 48h antes e depois das partidas. A decisão saiu nesta semana, na última terça-feira (14). No início de maio, a Fonte Nova apresentou um recurso junto à decisão do magistrado no mês passado, que obrigava a remoção dos materiais alusivos ao tricolor. As plotagens seguem no estádio, mesmo após a determinação da Justiça.

“Poderá o Estádio da Fonte Nova ser caracterizado com as cores, símbolos e alusões ao clube que for utilizar o equipamento público, devendo a implementação ser realizada no período de até 48 horas antes do início do evento. O retorno a neutralidade do bem público deverá ocorrer no prazo de até 48 horas após o término do evento”, determinou o juiz na sentença.

No caso de descumprimento, a multa aplicada será de R$ 20 mil ao consórcio que administra a Fonte Nova, limitado ao teto de R$ 200 mil. Segundo o site Globoesporte.com, a Arena se manifestou e disse que cumpre o que traz o contrato com o Governo do Estado e que as plotagens têm caráter removível.

“Esclarecemos também que, conforme previsto no mesmo Contrato de Concessão, o Esporte Clube Vitória ou qualquer outra agremiação do futebol baiano, terão os mesmos direitos e prerrogativas que o Esporte Clube Bahia em caso de celebração de contrato com a Arena Fonte Nova”, afirmou a Arena.

Compartilhe