Jovem grávida denuncia ter sido agredida por motorista de aplicativo após contestar roteiro em Salvador

Caso aconteceu na manhã desta segunda-feira (2), no bairro do Barbalho. Aplicativo informou que motorista foi expulso após ser denunciado.

Foto: Alan Oliveira/G1

Uma jovem grávida, de 18 anos, foi agredida por um motorista de aplicativo, em Salvador, após contestar o roteiro feito durante uma corrida, na manhã desta segunda-feira (2). Conforme registro feito no posto policial do Hospital Geral do Estado (HGE), para onde a vítima foi levada, o caso aconteceu no bairro do Barbalho.

De acordo com a ocorrência policial, a gravidez da jovem é de alto risco e ela foi agredida com uma cotovelada e puxões de cabelo por um homem de prenome “Klécio”. Não há detalhes se o suspeito foi preso.

Segundo as informações da ocorrência, após ver a situação, um outro homem interferiu e conseguiu tirar a vítima do veículo. Não há informações sobre o estado de saúde dela e do bebê. Ainda segundo as informações da ocorrência, o serviço da corrida daria o valor de R$ 13, mas a vítima acabou pagando R$ 20.

Em nota, a empresa 99 Pop informou que, após o aplicativo receber a denúncia, o motorista envolvido foi banido da plataforma. Uma equipe foi mobilizada para entrar em contato com a vítima para oferecer acolhimento e suporte necessário. Ainda em nota, a empresa disse que está aberta para colaborar com as autoridades. O caso é investigado na 1ª Delegacia Territorial (DT) Centro/Barris.

Compartilhe