Jogadores e funcionários estão com salários atrasados no Vitória

O Vitória tem vivido uma crise financeira nos últimos anos.

Foto: Divulgação/EC Vitória

Os salários dos jogadores e funcionários do Vitória estão atrasados. A informação foi divulgada pela “Rádio Sociedade”. Os profissionais ficaram três meses sem receber, mas o vencimento referente ao mês de julho foi pago na última sexta-feira (9).

Segundo site “ge”, os salários do elenco profissional do Leão estão atrasados em um mês, que é o de setembro. Em nota divulgada no seu site oficial, o clube negou que o atraso seja de quatro meses dos vencimentos dos funcionários.

“Mesmo com todo esse cenário negativo, o ECV vem procurando honrar com as suas obrigações. Não é verdade que o clube esteja com quatro meses de salários atrasados e muito menos que ocorra uma “intimidação” por parte dos gestores, como denunciado por um suposto funcionário”, diz o comunicado.

O Vitória tem vivido uma crise financeira nos últimos anos. Em novembro de 2019, os jogadores chegaram não treinar devido ao atraso no pagamento de salários e de “bichos”. Neste ano, a situação foi agravada pelos efeitos econômicos da pandemia do coronavírus e o clube optou pela demissão do técnico Geninho para aliviar a folha de pagamento.

O próximo compromisso do Vitória será no sábado (17), às 16h, contra a Chapecoense, na Arena Condá, pela 16ª rodada da Série B. O Leão é o 13° colocado na tabela de classificação com 18 pontos, enquanto a equipe catarinense ocupa a segunda colocação com 29.

Leia a nota do Vitória na íntegra:

“O Esporte Clube Vitória, assim como milhares de instituições nacionais, se adequou à MP-936 do Governo Federal, onde consta a redução de jornada de trabalho e a suspensão de contrato, em decorrência da pandemia do coronavírus.

Graças à adesão, o ECV manteve inalterado o seu quadro de funcionários, preocupado notadamente com o bem-estar de todos os colaboradores e seus familiares.

A dificuldade financeira herdada por essa diretoria é pública e foi agravada ainda mais, a partir da crise sanitária gerada pela Covid-19. Tivemos violenta queda de receitas e os balancetes publicados no site evidenciam isso.

Mesmo com todo esse cenário negativo, o ECV vem procurando honrar com as suas obrigações. Não é verdade que o clube esteja com quatro meses de salários atrasados e muito menos que ocorra uma “intimidação” por parte dos gestores, como denunciado por um suposto funcionário.

Reconhecemos os direitos dos funcionários e estamos buscando solucionar essa situação o mais breve possível.”

Compartilhe