Homicídios fizeram mais vítimas que conflitos armados em 2017, diz ONU

O crime organizado foi responsável por 19% de todos os homicídios em 2017

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Mais pessoas morreram assassinadas do que em conflitos armados em 2017, constatou a ONU em um relatório divulgado hoje (8).

Segundo o Escritório para as Drogas e o Crime Organizado das Nações Unidas (Unodc, na sigla em inglês), 463.821 pessoas morreram por causa de homicídios naquele ano, comparado a 89 mil mortes causadas por conflitos armados. O terrorismo causou 26 mil vítimas fatais.

“O Estudo Global sobre Homicídio busca esclarecer assassinatos relacionados a gênero, violência de gangues e outros desafios, para apoiar a prevenção e as intervenções para reduzir as taxas de homicídio”, afirmou em comunicado, o diretor-executivo do Unodc, Yury Fedotov.

O crime organizado foi responsável por 19% de todos os homicídios em 2017. A maior parte dos homicídios ocorreu no continente americano (173 mil), seguido pela África (163 mil) e Ásia (104 mil).

Compartilhe