Homem que matou estudante com soco e pontapé após deixar carnaval de Salvador é condenado a 14 anos de prisão

Caso ocorreu em 2018. Kaíque Abreu tinha 22 anos e morreu após ficar 5 dias internado.

Foto: Reprodução/TV Bahia

O homem que confessou ter agredido e matado o estudante de engenharia mecânica, Kaíque Abreu, em 2018, após sair de um dos circuitos do carnaval de Salvador, foi condenado a 14 anos de prisão em regime fechado, nesta terça-feira (11), na capital baiana.

De acordo com familiares da vítima, Edson Rodrigues dos Santos foi condenado por homicídio duplamente qualificado. O julgamento começou ainda na manhã desta terça, no Fórum Ruy Barbosa, e terminou por volta das 16h40.

O G1 entrou em contato com o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) para saber detalhes da condenação, mas foi informado de que o teor da decisão só será disponibilizado na quarta-feira (12).

Edson deve ser levado para o Complexo Penitenciário de Salvador. O TJ-BA não detalhou também quando ele será levado para a penitenciária.

Compartilhe