Governo discute troca do presidente do Banco do Brasil

Bolsonaro está descontente com o anúncio de fechamento de agências do banco, pois ele teme um "desgaste político" em véspera de ano eleitoral.

Foto: Divulgação

Segundo informações divulgadas pelo blog de Andréia Sadi, há uma pressão no governo para a troca do presidente do Banco do Brasil, posição atualmente ocupada por André Brandão. Isso acontece porque o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) está descontente com o anúncio de fechamento de agências do banco, pois ele teme um “desgaste político” em véspera de ano eleitoral.

O encerramento de agências faz parte de uma reestruturação almejada pelo BB. O ministro da Economia, Paulo Guedes, aprova a gestão de Brandão. Mas assessores do governo avaliam que, apesar de uma boa repercussão no mercado, o responsável pelo banco não levou a “dimensão política” das medidas em conta.

A pasta comandada por Guedes tenta manter o presidente no cargo, mas afirma que Bolsonaro não o aprovou desde a indicação, mas a aceitou em respeito ao seu ministro e ao presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, que o escolheram.

Compartilhe