Gigantes mundiais vão disputar concessão da Fiol

A Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) vai ligar o Tocantins ao Oceano Atlântico passando pela Bahia.

Foto: Beth Santos/Secretaria-Geral da PR

Grandes players globais nas áreas de mineração e siderurgia estão interessadas na licitação para a conclusão e a operação dos pouco mais de 1,5 mil quilômetros da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), que vai ligar o Tocantins ao Oceano Atlântico passando pela Bahia.

O trecho da Fiol entre Ilhéus e Caetité, primeiro a ser licitado, tem 537,2 km de extensão, com um investimento previsto de R$ 3,4 bilhões, segundo dados da Valec. A licitação da obra estava prevista para acontecer em setembro do ano passado, mas foi adiada para março.

O geólogo baiano e presidente da Companhia Vale do Paramirim (CVP), João Carlos Cavalcanti, afirma que tem interesse no andamento da Fiol e que está preparando uma road show para oferecer ao mercado cinco blocos para a exploração de minérios como ferro, cobre, zinco, fosfato e alumínio.

Compartilhe