Fim de carência de planos de saúde para emergência é aprovado pelo Senado

PLS ainda precisa de aprovação na Câmara dos Deputados

Foi aprovado hoje (15) o Projeto de Lei do Senado (PLS) 502/2017 que retira o período de carência de planos de saúde em casos de emergência. De autoria da senadora Rose de Freitas (Pode), o projeto também reduz o período de carência nas internações hospitalares para 120 dias. O PLS seguirá para a Câmara dos Deputados.

As operadoras argumentam que precisam de períodos de carência para se protegerem de abusos e fraudes, e até o momento, contam com prazos como 300 dias de carência para partos e 180 dias para cirurgias. Rose rebate que a regra pode inviabilizar o atendimento em circunstâncias que exijam solução imediata.

Compartilhe