Feira: Promotora cobra ações para melhora de condição de centro de abastecimento

Um relatório com as mudanças citadas pela promotora deve ser encaminhado ao Ministério Público no prazo de 45 dias.

Uma recomendação da Promotoria de Justiça de Feira de Santana cobra ações da prefeitura para melhora das condições de higiene no Centro de Abastecimento da cidade. A medida, publicada nesta terça-feira (25), foi encaminhada para a prefeitura local. Segundo a promotora Márcia Morais dos Santos, a recomendação se deve após o não cumprimento da fiscalização a pontos de venda e do controle de qualidade na venda de produtos alimentícios.

Entre as ações, a prefeitura quer que a prefeitura adote campanhas de orientação aos comerciantes com boxes no local, “destacando a importância do cumprimento das normas de higiene, exposição, manipulação e conservação das mercadorias”, o que inclui produtos in natura frutas, verduras, legumes, hortaliças e congêneres. A promotora também pediu mais fiscalização sobre a conduta dos feirantes, com punições a quem transgredir as determinações.

Um relatório com as mudanças citadas pela promotora deve ser encaminhado ao Ministério Público no prazo de 45 dias.

Compartilhe