Ex-técnico da seleção brasileira de ginástica vira réu por abuso sexual

A pena para o treinador pode variar entre 54 e 150 anos.

Foto: Ricardo Bufolin/CBG

O ex-técnico da seleção brasileira masculina de ginástica artística Fernando de Carvalho Lopes, acusado por mais de 40 ginastas de abuso sexual entre 1999 e 2016, virou réu em quatro processos pelo crime. O processo corre na 2ª Vara de São Bernardo do Campo (SP) desde maio de 2016. Duas das denúncias aceitas pela Justiça envolvem menores de idade. A pena, em caso de condenação, pode variar entre de 54 anos e 150 anos. Lopes foi indiciado pelo Ministério Público por estupro de vulnerável e agravante pela relação de poder em relação às vítimas.

Compartilhe