Estatais podem cortar mais de 25 mil funcionários

Sete programas de demissão voluntária (PDVs) ou de aposentadoria incentivada já foram aprovados pelo governo este ano.

Foto: Divulgação/ Petrobras

As estatais poderão cortar mais de 25 mil funcionários este ano, conforme levantamento do G1 a partir de informações do Ministério da Economia e das próprias empresas. Sete programas de demissão voluntária (PDVs) ou de aposentadoria incentivada já foram aprovados pelo governo este ano, afirmou o secretário de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest) do Ministério da Economia, Fernando Soares.

Com essas iniciativas, o governo pretende alcançar o desligamento de 21,5 mil funcionários, o que poderá representar uma economia anual de R$ 2,3 bilhões. Somados às 4,3 mil demissões previstas com o PDV anunciado em abril pela Petrobras, o total de desligamentos chegaria a 25,8 mil. Pela lei, a petrolífera não precisa de aval do governo para lançar programas de desligamento.

Compartilhe