Em semana mais mortal da pandemia, Bahia tem 752 óbitos por Covid-19 em 7 dias

No total, desde março de 2020, 12.140 baianos morreram em decorrência da Covid-19.

Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Governo de SC

Com os 112 óbitos notificados pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) nesta quarta-feira (3), a Bahia completou a semana mais mortal da pandemia no estado. Foram 752 óbitos em sete dias, considerando dados a partir da última quinta-feira (25), uma média de 107,4 mortes diárias. No total, desde março de 2020, 12.140 baianos morreram em decorrência da Covid-19.

Anteriormente, o período de sete dias mais mortal havia sido registrado durante a primeira onda de contaminação, entre os dias 19 e 25 de agosto de 2020, quando 509 pessoas perderam a vida para a Covid-19, uma média de 72,7 óbitos diários.

Por outro lado, o período de sete dias com menos mortes desde o pico identificado em agosto de 2020 foi entre 24 e 30 de novembro, quando a Bahia perdeu 145 pessoas para a doença, com média de 20,7 óbitos diários.

OUTROS RECORDES

A Bahia bateu, nesta quarta (3), outros recordes negativos dentro do contexto da pandemia do novo coronavírus. O número de internados com casos graves da Covid-19 (984) é o maior desde o primeiro registro da doença no estado.

A taxa de ocupação dos leitos clínicos reservados para pacientes com Covid-19 também é a mais alta desde o início da pandemia, alcançando 75% nesta quarta.

Compartilhe