Decisão de ministro que revoga prisão de traficante pode beneficiar Geddel

Segundo informações da revista Veja, o advogado do baiano entrou na Justiça pedindo que ele receba o mesmo tratamento.

Uma decisão tomada pelo ministro Marco Aurélio Mello sobre revogar a prisão preventiva de um traficante, que não teve a identidade revelada, pode beneficiar o ex-ministro Geddel Vieira Lima. Segundo informações da revista Veja, o advogado do baiano entrou na Justiça pedindo que ele receba o mesmo tratamento.

Na decisão judicial, Geddel foi condenado a 80 anos de prisão, contudo, o ministro entendeu que a prisão preventiva do traficante beneficiado pela decisão dele era longa demais. Baseado nisto, a defesa do ex-ministro recorreu da decisão que condenou o político.

Compartilhe